Inflação – Parte I

posted in: Notícias | 0

inflaçãoEntenda o que é inflação, como é calculado, os índices utilizados e o histórico da inflação brasileira.

O que é inflação?

“A taxa de inflação é o aumento no nível de preços. Ou seja, é a média do crescimento dos preços de um conjunto de bens e serviços em um determinado período.”

Histórico da inflação brasileira

Brasileiros chegaram a conviver com inflação de mais de 80% ao mês

GraficoHistoricoInflacao

Como se mede a inflação?

“Ela se mede com base em índices, como o IPCA, que ponderam os bens e serviços mais importantes para a população e medem o crescimento desses preços.

Repare que a cesta de bens considerada pelo índice de inflação pode não ser aquela que você costuma consumir, portanto a “sua” inflação pode ser maior ou menor do que aquela medida pelos índices oficiais.”

Por que existem tantos índices de inflação?

Há vários índices que mostram o quanto os preços sobem ou descem em determinados períodos. Cada índice aponta uma inflação “diferente”: isso acontece porque a alta de preços não atinge todo mundo da mesma forma. Quem tem carro, por exemplo, vai sentir mais no bolso a alta da gasolina; quem come mais carne vai sentir mais se esse produto subir.

Assim, os diferentes índices usam, no cálculo, faixas de renda diferentes, regiões diferentes, itens diferentes e até períodos diferentes. Isso contribuiu também para tornar mais segura a medição, já que há fontes diferentes calculando a inflação.

Entenda o que mede cada índice:

icone_igpdi

IGP-DI (Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna)

Calculado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), apura os preços mensais de todo o processo produtivo: matérias-primas agrícolas e industriais, produtos intermediários e bens e serviços finais e preços de construção. É parte da cesta que corrige os preços de telefonia.

icone_igpm

IGP-M (Índice Geral de Preços – Mercado)

Semelhante ao IGP-DI, verifica preços do comércio no atacado, no varejo e na construção civil, pesquisados entre o dia 21 do mês anterior e 20 do mês de referência. É usado na correção de contratos de aluguel e tarifas de serviços públicos.

icone_ipca

IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo)

Calculado pelo IBGE, aponta mensalmente a variação do custo de vida médio de famílias com renda mensal entre 1 e 40 salários mínimos das 11 principais regiões metropolitanas do país. Os preços são coletados em mais de 28 mil comércios visitados pelos pesquisadores.

icone_inpc

INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor)

Semelhante ao IPCA, ele verifica a variação do custo médio das famílias com rendimento familiar médio entre 1 e 5 salários mínimos. Indica as variações de preços nos grupos mais sensíveis, que gastam todo rendimento em consumo corrente (alimentação, remédio, etc.).

icone_ipcs
IPC-S (Índice de Preços ao Consumidor Semanal)

Verifica preços de 388 itens a cada 10 dias. Donas de casa treinadas pesquisam preços de alimentação no domicílio, produtos de limpeza, higiene e serviços; e funcionários da FGV fazem consulta mensal de bens e serviços da cesta básica do IPC.

 

icone_ipcfipeIPC – Fipe

Calcula semanalmente os preços de 468 itens consumidos por famílias de que recebem entre 0 e 10 salários na cidade de São Paulo.

 


Como é calculada a inflação

260 pesquisadores do IBGE levantam preços de 22,5 mil produtos para chegar à taxa de cada mês

GraficoComoCalculamInflacao

Fonte: G1
3.00 avg. rating (79% score) - 1 vote