08 dia internacional da mulher, quebrando paradigmas.

posted in: Notícias | 0

relatc3b3rio-da-oit-revela-que-mulheres-trabalham-mais-que-homens11[1]frase-e-pelo-trabalho-que-a-mulher-vem-diminuindo-a-distancia-que-a-separava-do-homem-somente-o-simone-de-beauvoir-115976[1]08charge[1]

Cresce a participação da mulher no mercado de trabalho.

O crescimento representa a inclusão de 19 mil mulheres ao mercado de trabalho. Apesar do crescimento no número de vagas, a diferença salarial é em média de R$ 384.

 

A taxa de participação feminina no mercado de trabalho da região Metropolitana de Fortaleza (RMF) subiu de 48,5% para 49,1%, entre 2013 e 2014, o que equivale à incorporação de 19 mil mulheres à força de trabalho da região, ou mais 2,3%.

O crescimento da participação feminina foi acompanhado pela expansão da ocupação e redução do desemprego, que em 2014 avançou para a ambos os sexos.

Perfil

Em 2014 mais da metade das mulheres tinham de 16 a 24 anos (54,1%), 82,6% delas eram negras e 12,5% eram chefes de família.

Setores

Das 51 mil novas ocupações totais no ano passado, 44 mil ocorreram no setor de serviços, onde a presença feminina é tradicionalmente mais expressiva. Das novas vagas, 59% foram ocupadas por mulheres, distribuídas em vários segmentos.

Destacaram-se a administração pública, defesa, seguridade social; educação, saúde humana e serviços sociais (11 mil, ou 8,2%), alojamento e alimentação; outras atividades de serviços; artes, cultura, esporte e recreação (7 mil, ou 5,9%) e informação e comunicação; atividades profissionais, científicas e técnicas (5 mil, ou 16,7%).

No comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas foram geradas 9 mil ocupações, sendo quase 4 mil para os homens e cerca de 6 mil para as mulheres. A indústria de transformação foi o único setor a eliminar postos de trabalho (-7 mil), o que ocorreu entre homens e mulheres.

Rendimento

O rendimento médio real do total dos ocupados cresceu 1,8%, na RMF, entre 2013 e 2014, passando a valer R$ 1.193. O rendimento médio real mensal dos homens foi estimado em R$ 1.363 e o das mulheres, R$ 979. Entre os sexos, cresceram os rendimentos médios reais dos homens (3,2%) e, em menor intensidade, das mulheres (1,0%), o que favoreceu nova ampliação das disparidades salariais existentes.

Fonte: O povo / Portal Contábeis

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes